Quero compartilhar com vocês o meu Trabalho de Graduação em Arquitetura e Urbanismo – conhecido por TG ou TCC, entre outras variações.

Sobre o Tema

A faculdade que cursava exigiu para o TG um Projeto impresso em Pranchas e a Monografia, que desenvolvi com o auxilio de um professor orientador como requisito final para a conclusão da graduação.

O tema que escolhi foi um Centro de Agrotecnologia do Fruticultor da Nova Alta Paulista, para isso pesquisei muito sobre o os fruticultores, suas dificuldades, e as soluções inovadoras que poderia aplicar para ajudá-los, com base nisso também apliquei a utilização dos Drones como uma ferramenta na agricultura. No ano que desenvolvi esse trabalho, não havia nada como essa proposta, a normatização dos drones ainda estava caminhando – por isso conforme eu escrevia o TG surgiam novidades sobre as normas-, e faltava muito material sobre o assunto, mas encontrei alguns casos parecidos e materiais em inglês que me ajudaram.

Sobre o Projeto

A proposta projetual consistiu na concepção de um Centro de Agrotecnologia do Fruticultor da Nova Alta Paulista, no município de Tupã- SP.

Que teve como base a preocupação da manutenção alimentar para sobrevivência da sociedade, unida pela importância da agricultura familiar, que vem sofrendo com as pragas e doenças, com a aplicação imprecisa de fertilizantes e corretivos nas culturas, a baixa renda e a saída dos jovens do campo.

Inicialmente, para que o trabalho fosse direcionado exatamente para as necessidades da região, foi realizada uma entrevista, com o engenheiro agrônomo responsável pelo Escritório de Defesa Agropecuária de Tupã, que pode responder as questões pertinentes quanto ao tipo de agricultura e sua realidade atual na Nova Alta Paulista. A partir daí se desenvolveu o foco da pesquisa.

Com o estudo ficou evidente que na região a fruticultura, é a que precisa de maior assistência, por ter significativa produção, e ser uma alternativa para evitar o êxodo. Dai surgiu o objetivo do Centro de levar conhecimento, com técnicas para estimular inovação em invenções no campo, além de promover a agricultura de precisão obtida pelo monitoramento com Drones e análises científicas para os pequenos fruticultores, solucionando grande parte dos problemas que eles enfrentam.

Para a implantação do Centro, eu escolhi um terreno localizado a beira da Rodovia Comandante João Ribeiro de Barros SP-294, junto a rotatória Ramon Barrionuevo, com frente para a estrada de terra TUP – 346, na cidade de Tupã – SP.

Terreno_LocalizacaoMapa_TG.jpg

O terreno foi escolhido pela facilidade de acesso das cidades a edificação, e pelo entorno de equipamentos significativos, aliados ao contraste que o projeto poderia proporcionar a paisagem rural, o que poderia trazer um certo equilíbrio.

Para o conceito arquitetônico da proposta eu defini que fosse inspirado nas formas sinuosas da curva de nível, que é um sistema de plantio, e também em elementos da natureza, como as pedras e folhas, o que tem um sentido figurativo. Optei por um formato orgânico que nunca havia projetado e nem sabia fazer, com muitas curvas. Mas por que isso? Além de eu sempre admirar esse tipo de arquitetura, eu queria me desafiar e aprender a criar e modelar essas curvas orgânicas em um projeto meu, e a minha maior oportunidade seria essa, por isso só acreditei que iria conseguir e comecei.

O primeiro estudo para volumetria que fiz foi uma mini maquete montada com pedaços de papelão em cima de uma folha A4 em que estava desenhado o terreno:

Estudo de forma02

Além do projeto, ainda desenvolvi a logo que tem uma composição contextual com o Centro de Agrotecnologia:

Ideia Montagem logoLogotipo_Final 02

Proposta Projetual, Partido Arquitetônico e Programa

Para o projeto do inovador Centro de Agrotecnologia do Fruticultor da Nova Alta Paulista na cidade de Tupã, dividi os ambientes nos seguintes setores:

Drones – com Sala de vendas dos serviços/ Resultados dos relatórios de análises, Sala de processamento de dados, Oficina, Depósito e Sanitários.

Pesquisa- com Laboratório de Análise Foliar, Laboratório de Análise de Solo, Laboratório de Análise de Sementes, Laboratório de Gerenciamento de Resíduos, Banheiros e Estacionamento para os caminhões de coleta de resíduos

Conhecimento – com Auditório, Conjunto de Sanitários e Oficina de Invenções.

Serviços- com Portal de Acesso, Recepção, Estacionamento, Mini Copa/ Cozinha, Depósito de Limpeza, Sanitários dos Funcionários e Escritório de Administração.

Tudo isso numa edificação de dois níveis com acessibilidade adequada por rampas, elevador e plataforma PNE. E com uma volumetria de linguagem contemporânea inovadora e ao mesmo tempo funcional e confortável.

VistaFachada01_TG03

Com a implantação desse projeto e serviços, os agricultores familiares que produzem frutas nesta região, poderiam ampliar seus lucros e melhorar a produção, gerando benefícios também a todos que consomem esses alimentos.

Além deste programa padrão, há alguns ambientes derivados destes principais. Como é o caso do auditório que é composto por um conjunto de ambientes, mas não irei me aprofundar muito sobre isso aqui no blog.

Os dois blocos projetados, de curvas sinuosas em seu exterior, que são percebidas também em planta, tem vegetação na cobertura. Além disso, essas formas orgânicas se estendem aos jardins e lagos externos, e no interior com as circulações e limites dos jardins, o que traz harmonia para o conjunto. Uma rampa localizada na própria cobertura de telhado verde do bloco menor da acesso ao nível superior.

Rodape_TG

Nas fachadas leste e oeste uma estrutura curva em vidro, afastada da volumetria, mantem a aparência da vegetação descendo até o chão e protege as esquadrias da insolação. E anexo a ponta do bloco menor, há uma cascata em formato de folha que abastece o lago artificial da entrada.

VistaFachada03_TG02

No pavimento térreo estão a administração, recepção, sanitários, setor de drones, setor de pesquisas e parte do auditório. E no nível superior ficam mais lugares para o auditório e sanitários.

Recepção_TG01

O telhado verde tem como função também a contemplação do entorno. A ventilação e iluminação natural fica por conta de planos de vidro e basculantes nas fachadas, além de claraboias de formas sinuosas que lembram folhas espalhadas no gramado da cobertura do bloco maior.

VistaTelhado01_TG02

Já o laboratório de gerenciamento de resíduos é uma estrutura separada do centro, em forma de pedra, que é um elemento da natureza e se liga ao conceito adotado. Para esta aparência, a planta tem desenho irregular, e a laje possui várias inclinações.

E na portaria a volumetria é inspirada no mesmo conceito da cascata, com formato de folha, curvada, lembrando a natureza também pela geometria orgânica.

Portaria_TG03

O programa de necessidades foi desenvolvido com o auxílio de pesquisas de locais que tivessem funções parecidas com as pretendidas no projeto, por isso foram consultadas normas da Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária) e referências projetuais que possuíssem laboratório de pesquisa para a agricultura e auditório para eventos, por exemplo.

Este slideshow necessita de JavaScript.

A seguir todas as pranchas do projeto:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Considerações

O estudo deste trabalho mostra como a arquitetura pode contribuir com inovação na fruticultura pela implantação de um Centro de Agrotecnologia em Tupã.

Dessa forma as ideias resultam em possibilitar a locação por hectare de um serviço completo de análise na propriedade do fruticultor, utilizando drones, além de laboratórios de pesquisas que irão determinar as melhorias necessárias em cada lavoura. Além disso o auditório pode levar conhecimento através de palestras e workshops, e a oficina de invenções pode compartilhar e desenvolver novas ferramentas e implementos que auxilia no campo com baixo custo.

Implantação_TG02

Podemos dizer que este projeto é comercial, mas pode ser mantido e financiado pelo poder público, pela relevância e necessidade afirmada em todo estudo realizado, suprindo a crescente demanda da tecnologia na agricultura, com observação a falta de projetos voltados ao atendimento das necessidades verificadas nessa região do estado.

A produção rural é essencial a todos, por isso é necessária a disponibilização de equipamentos que melhorem o trabalho no campo, diminuam a penosidade e aumentem a eficiência da agricultura familiar, o que unido a tecnologias de agricultura de precisão e análises em laboratório permite produzir mais em espaços menores, reduzindo o desmatamento de vegetações nativas e florestas importantes, promovendo a eficiência no uso do solo e da água, com uma produção crescente e sustentável de exportação, fornecendo alimentos seguros, de qualidade e em quantidades suficientes para a população brasileira. E tudo isso ainda facilita o combate ao êxodo, gerando economia e ampliação de renda ao fruticultor.

Jardim02_TG

Desenvolver tudo isso deu muito trabalho, mas também aprendi muita coisa, resultado de tudo isso que na avaliação obtive nota 10!!

Eu acredito que a disponibilidade de toda essa pesquisa pode vir a ajudar alguém, por isso, você pode acessar o material completo do TG (TCC) de arquitetura no link abaixo:

 https://pt.slideshare.net/MerieliTCCArquitetura

Também tem o vídeo utilizado no dia da apresentação para a banca, que mostra todo o interior do projeto e muito mais, aqui neste link: https://youtu.be/TGMerieli

Se você gostou desse post, é só clicar em curtir e compartilhar clicando nos botões abaixo!

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s